• Ligue : +55 (85) 4008.4109
Faça agora sua contribuiçãoR$

07
nov

0
DSC06448

Cuidadores do Hospital Peter Pan recebem palestra sobre Outubro Rosa e Novembro Azul

Esta quinta-feira (07) começou em tons de rosa e azul no Hospital Peter Pan. Os cuidadores receberam a visita Coordenadora do Movimento Outubro Rosa, Valéria Mendonça, para uma conversa interativa sobre o câncer de mama e câncer de próstata.

A roda de conversa teve como objetivo colocar em pauta a saúde da mulher e do homem, com foco no combate e enfrentamento dos cânceres. Além de falar sobre os cuidados com saúde, também foram tratados os direitos que cidadãos que utilizam os serviços do Sistema Único de Saúde (SUS). A finalidade de ações como essa, realizadas pelo Movimento Outubro Rosa, é informar a sociedade acerca das doenças e facilitar a garantia de direitos.

Durante o encontro, a palestrante utilizou uma abordagem inusitada para falar de diferentes temáticas. Miniaturas de vans, bicicleta, Torre Eiffel, alimentos e muitos outros objetos foram usados para simbolizar importantes assuntos, como o direito ao transporte, a indistinção do câncer, saúde para a população do interior do estado e tantos outros que fazem parte do conjunto de diretrizes defendidas pelo movimento. “Nós escolhemos nos comunicar dessa forma porque é um jeito diferente de falar de algo importante. Você trata um assunto sério de maneira lúdica. Assim conseguimos alcançar da juíza a feirante”, explica Valéria sobre a estratégia utilizada.

Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), no Brasil o câncer de mama é o tipo de câncer que mais acomete as mulheres. Foram estimados cerca de 59.700 novos casos em 2019. Com a redução de riscos e o diagnóstico precoce, as chances de cura podem chegar em até 90%. Dessa forma, é imprescindível o autocuidado, que envolve não apenas o autoexame, mas a realização da mamografia e demais exames que asseguram a saúde da mulher.

“O câncer é uma doença indistinta. Pode acometer mulheres do Jangurussu, da Aldeota, Paris, países árabes, Chile, enfim. É uma doença que não escolhe quem atinge. Por isso, é papel de todas nós, mulheres, estarmos sempre atentas aos sinais que nosso corpo transmite. Zelar por nossa saúde é uma luta que deve ser constante, não apenas no mês de outubro”, enfatiza Valéria Mendonça.

Confira mais imagens da palestra:

DSC06424 DSC06425 DSC06427 DSC06428 DSC06446 DSC06447 DSC06448 DSC06449

Assessoria de Comunicação da Associação Peter Pan