Psicologia

Buscando garantir não só a cura de seus pacientes, mas também o bem estar e qualidade de vida das crianças, adolescentes e familiares em tratamento no Centro Pediátrico do Câncer, a Associação Peter Pan desenvolve um trabalho destinado exclusivamente a saúde mental em um hospital de tratamento oncológico pediátrico na cidade de Fortaleza. O objetivo dessa iniciativa é realizar acompanhamentos psicológicos durante todas as fases do tratamento, bem como fortalecer o tratamento humanizado junto aos pacientes e familiares, prevenção do desenvolvimento de possíveis transtornos mentais, estudos clínicos, além de combinar tratamento convencional com terapias complementares que integram corpo, mente e espírito.

O setor trabalhou tanto em atividades grupais (grupo de mães, grupo de apoio ao luto, grupo de adolescentes e grupo de gestantes) antes da pandemia, como também em atendimento individual junto a pacientes e familiares em regime de tratamento (UTI, Internação, Atendimento Dia, Quimioterapias, Ambulatórios e Ambulatório de Diagnóstico Precoce), assim como em Cuidados Paliativos.

Suas atividades se concentram na prevenção do desenvolvimento de transtornos mentais, tratamento digno, apoio contra a vulnerabilidade social, conferências familiares, comunicação de notícias, cuidados paliativos, consulta multidisciplinar, psicodiagnósticos realizados em parceria com a Universidade de Fortaleza (UNIFOR), realização de programas de extensão da Universidade Federal do Ceará (UFC) e estágios supervisionados com estudantes da Unifor. O acompanhamento é realizado de segunda a sexta-feira.

Com este trabalho objetiva-se uma diminuição dos transtornos de adaptação, depressivos e ansiosos, diminuição de casos de abandono parental, aumento na adesão ao tratamento, aumento do equilíbrio emocional, casos de superação e auxílios sociais, bem como aprimoramento da qualidade de comunicação e informação passada aos pacientes e familiares e a integração e aproximação da família durante o tratamento.

A ideia de desenvolver um setor exclusivo para a saúde mental surgiu da carência, cada vez mais evidente dos pacientes e familiares, deste serviço. Pessoas que, além de atravessar um tratamento longo e muito difícil, passam por uma grande vulnerabilidade social e emocional, sendo necessário um acompanhamento personalizado e aprofundado.

PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com