• Ligue : +55 (85) 4008.4109
Faça agora sua contribuiçãoR$

 Missão

Elevar o índice de cura e melhorar a qualidade de vida de crianças e adolescentes portadores de câncer  e de suas famílias.

 Visão

Ser referência nacional no apoio ao tratamento dos portadores de câncer infanto-juvenil e na tecnologia do conhecimento biopsicossocial, de forma auto-sustentável.

 Valores

Humanização; Trabalho solidário e ético; Transparência nas ações; Transcendência dos objetivos (esperança e vida).

História

A primeira coisa que se nota ao entrar na rua Alberto Montezuma, ou simplesmente Rua da Esperança, é o acolhedor prédio com uma das logomarcas mais conhecidas na luta contra o câncer infantojuvenil. Os ladrilhos coloridos no chão, a fachada convidativa e a emblemática frase “De presente o futuro” transmitem um sentimento de segurança, acolhimento e esperança aos transeuntes.

A Associação Peter Pan nasceu da vontade de amar e de tornar melhor a vida de crianças e adolescentes com câncer. Criada em 1996, ela vem transformando o cenário do câncer infantojuvenil nas regiões Norte e Nordeste nos últimos 25 anos. Com a colaboração de diversas empresas, doadores e voluntários, a entidade inaugurou o Hospital Dia Peter Pan quatro anos após sua fundação, no ano 2000, germinando a semente que hoje é referência no tratamento do câncer infantojuvenil em todo o estado, o Centro Pediátrico do Câncer (CPC).

No ano de 2010 foi entregue à população o Centro Pediátrico do Câncer, ou Hospital Peter Pan, como ficou conhecido. Em parceria com o Hospital Infantil Albert Sabin, o local tem atendido milhares de pacientes e familiares todos os anos. Atualmente, cerca de 1.100 crianças e adolescentes por mês recebem assistência no tratamento contra o câncer na APP. “Essas realizações só são possíveis graças ao apoio dos nossos doadores, das empresas amigas, voluntários e poder público. Sem eles, proporcionar o tratamento especializado adequado e atendimento humanizado às nossas crianças e adolescentes, se tornaria uma tarefa mais difícil”, explica a Presidente da Associação, Olga Freire.

Atualmente o prédio possui uma área de 4.995 m² formada por leitos, Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), enfermaria, consultórios médicos, além de espaços diferenciados como a Brinquedoteca, Espaço do Adolescente, ABC+Saúde e diversos outros que proporcionam conforto, entretenimento e qualidade de vida ao paciente e sua família.

Atendimento Humanizado

Além do CPC, a Associação Peter Pan realiza dezesseis programas sociais. Essas iniciativas acompanham o paciente desde o primeiro contato com o hospital até o pós-tratamento. Somente no ano de 2020 foram realizadas cerca de 53.500 mil assistências, considerando a média de 4 programas sociais por criança, dentre elas distribuição de cestas nutricionais, reformas e adaptações de casas, doação de cadeiras de rodas, realização de sonhos, apoio a viagens para a realização de tratamentos e procedimentos cirúrgicos em outros estados e diversas outras ações que têm proporcionado melhor qualidade de vida às crianças e aos seus familiares. “Conseguir a cura não é somente uma vitória do paciente. É uma conquista de todos que escolheram batalhar pela vida de cada um deles”, revela Olga.

A atuação conjunta dos procedimentos clínicos e ações sociais é o que vem destacando o Hospital Peter Pan. “Já foi comprovado cientificamente que a humanização durante um tratamento médico contribui no processo de cura do paciente”, salienta Olga Freire.

Segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA) estima-se que o Brasil terá 625 mil novos casos de câncer a cada ano do triênio 2020-2022 e desse total, cerca de 8.460 serão crianças e adolescentes de 0 a 19 anos.

Expansão

O Hospital Dia Peter Pan nasceu no ano 2000. Dez anos após sua construção foi erguido o Centro Pediátrico do Câncer com 71 leitos na época: 7 leitos de UTI, 8 enfermarias com 2 leitos cada, 8 leitos de isolamento, 1 sala para procedimentos de pequeno porte, 6 consultórios, salas de quimioterapia, Brinquedoteca, Espaço do Adolescente, ABC+Saúde e diversos outros espaços diferenciados. Em 2014 foi lançada a pedra fundamental da expansão do Centro Pediátrico do Câncer – CPC, tendo sua primeira etapa sido concluída quatro anos depois, em 2018, com a inauguração da expansão do terceiro andar com o acréscimo de 4 enfermarias com dois leitos cada, 2 leitos de isolamento e 1 sala de procedimentos, infraestrutura de apoio e ainda um auditório no quarto andar. Em abril de 2019, foi entregue a segunda etapa da obra com a inauguração da expansão do 1º andar, contemplando mais 6 enfermarias com dois leitos cada, 2 leitos de cuidados paliativos, infraestrutura de apoio e 6 consultórios médicos. No ano de 2020, a Associação Peter Pan realizou a reforma de toda a área de UTI, tendo ainda ampliado o número de leitos de 7 para 10.

Atualmente o prédio conta com:

– 10 leitos de UTI

– 24 leitos de quimioterapia sequencial

– 38 leitos de enfermaria/cuidados paliativos

– 10 leitos de isolamento

– 16 leitos de quimioterapia dia

– 12 consultórios, sendo um utilizado para coleta

– Brinquedoteca

– Espaço do adolescente

– ABC+Saúde

E demais áreas técnicas hospitalares.

As novas instalações trazem maior conforto aos pacientes, tendo a demanda crescente de novos casos do câncer infantojuvenil provocado constantes intervenções de forma a garantir um tratamento ágil e eficiente. Já foi iniciada a terceira etapa da obra de expansão do Centro Pediátrico do Câncer, que objetiva a expansão do segundo andar, mediante a construção de dois centros cirúrgicos (um de médio e outro de grande porte), uma sala de recuperação com 6 leitos e toda infraestrutura técnica necessária, demandando um alto investimento, na ordem de R$ 2 milhões de reais ainda não captados.

Com esta adição será possível ampliar o atendimento dentro do próprio Centro Pediátrico, tratar novos pacientes e estender a atuação da Associação Peter Pan por diversas outras regiões do Estado e fora dele.

Melhores ONGs do Brasil

Concorrendo com 670 de instituições de todo o Brasil, que atuam nos setores de saúde, educação, meio ambiente, esporte, criança e adolescente e desenvolvimento local, a Associação Peter Pan está entre as 100 Melhores ONGs do país no ano de 2020. Em 2019 a instituição foi eleita a Melhor do país, destacando-se em quesitos como governança, transparência, comunicação e financiamento.

Em sua quarta edição, o prêmio Melhores ONGs é fornecido pelo Instituto Doar, a agência O Mundo Que Queremos e a Rede Filantropia em parceria com a Fundação Toyota, Fundação Lemann, Instituto Humanize e a Fundação Getúlio Vargas, sendo esta última responsável por avaliar os critérios.

A Superintendente da Associação Peter Pan, Michele Holanda, explica o sentimento de ter a instituição selecionada pelo segundo ano consecutivo. “Nós, que fazemos a Associação Peter Pan, estamos muito felizes, mas muito felizes mesmo. Esse resultado é um reconhecimento ao nosso trabalho, que não começou agora, mas há 25 anos. É um prêmio que leva em consideração critérios muito importantes, como governança, transparência, recebimento de doações e muitos outros. Temos a alegria de dizer que aqui tem a união de muitos corações, porque esse resultado é fruto do voluntariado, das pessoas que estão dentro da instituição, da sociedade, das parcerias com empresas, do doador físico, enfim, é um momento de grande celebração, mas principalmente de gratidão”.

Números Peter Pan

Existência: 25 anos

Quantidade de programas sociais: 16

Número de crianças assistidas atualmente por mês: 1.100

Média de programas sociais por criança: 4

Números de assistências realizadas em 2020: 53.500

Área do hospital: 4.995 m²

Área do hospital: 4.995 m²

Faça agora sua doação