• Ligue : +55 (85) 4008.4109
Faça agora sua contribuiçãoR$

28
set

0
IMG_7487

SETEMBRO DOURADO: Cuidados com o paciente

O tratamento do câncer, seja ele adulto ou infantojuvenil, envolve uma série de cuidados, desde o tratamento médico, passando pelo acompanhamento psicológico, o atendimento humanizado, indo até os cuidados pessoais de higiene, nutrição e vacinação. Existem muitas dúvidas acerca de como tomar conta de pacientes oncológicos, por isso selecionamos algumas dicas que podem tornar esse processo menos estressante.

Higiene

  • Durante o tratamento é importante que os cuidados com a higiene sejam reforçados para evitar o aparecimento de infecções.
  • Manter a criança ou adolescente banhados e com roupas limpas.
  • Separar a toalha de banho, a escova de dente, o sabonete, o prato, a colher e outros objetos pessoais.
  • Não acumular lixo próximo de casa.
  • Evitar sujeira e insetos, animais circulando ou dormindo dentro de casa ou em contato com o paciente.
  • Procurar evitar muitas visitas em casa e o contato do paciente com pessoas doentes.
  • Procurar não se alimentar em lanchonetes ou outros locais desconhecidos.

Principais dúvidas

  • Como fazer a higiene da boca e dos dentes?

A limpeza da boca (dentes e língua) deve ser feita pelo menos duas vezes por dia (manhã e noite) e após cada refeição. Se o paciente não conseguir usar a escova, deve fazer bochecho com a solução: a cepacaína.

  • Como trocar a fralda do meu paciente?
  1. Vire o paciente totalmente de lado e coloque a fralda o máximo que puder embaixo dele.
  2. Vire-o totalmente para o outro lado e puxe a fralda.
  3. Coloque o paciente de barriga para cima e feche a fralda.
  • Como dar banho no paciente que não pode andar?

Quando possível, leve o paciente ao chuveiro em cadeira higiênica. Essa movimentação é benéfica!

  • Como dar banho no paciente acamado?

Separe os seguintes materiais:

- 2 vasilhas;

- 1 toalha de banho;

- 1 sabonete líquido ou em barra;

- 2 panos pequenos;

- 1 lençol

  1. Coloque água morna nas duas vasilhas.
  2. Coloque sabonete em uma das vasilhas com água.
  3. Molhe o pano na água que estiver com sabão.
  4. Comece lavando o rosto e ensaboando a parte da frente do corpo do paciente.
  5. Com o outro pano molhado em água limpa, enxágue.
  6. Seque o corpo do paciente com a toalha de banho.
  7. Vire o paciente de lado e lave as costas repetindo o mesmo procedimento.

 

Nutrição

Procure oferecer ao paciente uma alimentação saudável, natural e variada, evitando os produtos industrializados. Sendo frutas, verduras e legumes (os alimentos mais indicados), é importante que sejam sempre bem limpos.

É importante buscar ajuda no Ambulatório de Nutrição para que o paciente receba uma orientação nutricional de acordo com a sua necessidade, levando em consideração seus hábitos alimentares e suas possibilidades econômicas.

Principais dúvidas

  • Como fazer a limpeza de frutas, verduras e legumes?

Frutas, verduras e legumes devem ser deixados de molho por 20 minutos em uma solução preparada com 1 colher de sopa de água sanitária para cada litro de água.

  • Quais as formas de alimentação do paciente?

Sonda Naso-Gástrica: consiste em uma fina mangueirinha colocada pelo nariz e que vai até o estomago. Serve para alimentar a criança quando ela não come pela boca e para retirar secreções do estômago nos casos de distensão ou infecção na região da barriga. Quando for indicada, é porque é muito necessária.

Nutrição oral: é a alimentação do paciente, passada pelo médico, conforme seu estado clínico, podendo ser: líquida, pastosa ou sólida. O paciente se alimenta no leito, sozinho ou com ajuda do acompanhante ou da equipe, de acordo com a sua idade. Em casos de procedimentos que exijam jejum, a dieta é suspensa por algumas horas sob orientação da enfermagem.

Nutrição Parental: consiste em uma forma muito especial de alimentação, aplicada direto na veia. É indicada nos casos em que a criança não está se alimentando. É realizada na própria enfermaria.

 

Vacinação

Para prevenir infecções que possam aparecer devido às defesas baixas causadas pelo câncer e/ou pelo tratamento, algumas vacinas são recomendadas, após autorização do médico, e distribuídas gratuitamente.

Principais dúvidas

  • Quais são as vacinas recomendadas?

- Influenza (gripe)

- DTP (ou DTPa) – contra difteria, tétano e coqueluche

- Hepatite A e Hepatite B

- Poliomielite injetável (não pode ser “Zé Gotinha”)

- Hib e Pneumocócica (contra pneumonia e meningite)

- Meningo C (contra meningite)

- HPV – 9 a 26 anos

  • Onde tomar as vacinas recomendadas?

Existem espalhadas por todo o Brasil unidades dos CRIES (Centros de Referência para Imunobiológicos Especiais), onde estas vacinas são disponibilizadas gratuitamente. Os CRIES contam com um manual que indica quem pode tomar qual vacina, em qual momento e em quantas doses.

IMG_7487

 Assessoria de Comunicação da Associação Peter Pan