• Ligue : +55 (85) 4008.4109
Faça agora sua contribuiçãoR$

27
mar

0
WhatsApp Image 2019-03-27 at 09.04.44

EMPRESA ALEMÃ APRESENTA TECNOLOGIAS INOVADORAS NO TRATAMENTO DO CâNCER

Na manhã desta terça-feira (26) a empresa alemã Zeiss apresentou a palestra Revolução no Tratamento de Radioterapia Contra o Câncer no Hospital Peter Pan – Centro Pediátrico do Câncer. Participaram do momento profissionais da área da saúde, o Secretário da Ciência, Tecnologia e Educação, Inácio Arruda, a Presidente da Associação Peter Pan, Olga Freire e a Diretora Geral do Hospital Infantil Albert Sabin, Patrícia Sampaio. A ocasião teve como objetivo expor tecnologias que têm revolucionado os tratamentos oncológicos em todo o mundo, proporcionando mais conforte e agilidade durante os procedimentos médicos.

A Presidente da Associação Peter Pan, Olga Freire, salientou a importância do trabalho desenvolvido pela Peter Pan junto ao tratamento clínico. “Já foi comprovado cientificamente que a humanização durante um tratamento médico contribui no processo de cura do paciente”, enfatiza ela. Dessa forma, as ações são desenvolvidas sobre os pilares do Tratamento Especializado, Atendimento Humanizado e Diagnóstico Precoce, como explica a Presidente.

O Secretário Inácio Arruda trouxe em sua fala a atuação do Governo junto as empresas internacionais de tecnologia. Segundo ele essa parceria tem trazido muitos benefícios ao Estado, em especial as áreas de saúde, com a aquisição de equipamentos mais modernos e inovadores. Um exemplo disso é o Intrabeam, maquinário usado na radioterapia intraoperatória e apresentado durante a palestra.

A Gerente de Desenvolvimento de Negócios  para Radioterapia da Zeiss na América do Sul, Luciana Lima, explicou que com o novo equipamento o tratamento contra o câncer se tornou mais rápido e funcional, uma vez que ele age diretamente no local do tumor. “Quando a gente fala em tempo de tratamento e preservação de tecido sadio, o Intrabeam trazer um avanço tecnológico porque o tratamento radioterápico pode ser feito logo após a cirurgia”. Na rotina de um paciente, além de ter um tempo menor de tratamento, há alterações no aspecto psicológico, já que não se faz necessário um retorno com tanta frequência ao hospital e também no aspecto financeiro, uma vez que o custo é inferior se comparado ao tratamento padrão, esclarece Luciana.

Assessoria de Comunicação da Associação Peter Pan
ascom@app.org.br